artefato-nascimento-de-jesus

Museu de Israel exibe artefato antigo sobre nascimento de Jesus

O Museu de Israel, em Jerusalém, revelou pouco antes do Natal de 2020, um símbolo raro datado de pelo menos 1.400 anos atrás que revela o bebê Jesus desenhado no que parece ser uma moeda, provavelmente uma lembrança de uma viagem de um cristão a Belém.

Esses objetos são chamados de tokens Eulogia, durante a peregrinação dos cristãos a Terra Santa a centenas de anos atrás, assim como nos dias atuais, eles coletavam esses pequenos souvenirs, mas esse é específico e único.

Morag Wilhelm, curadora assistente de arqueologia helenística, romana e bizantina do Museu de Israel, mostra que está segurando uma pequena forma em miniatura que foi doada ao museu, ela descobriu essa peça rara que veio junto com uma grande coleção de um doador.

Do tamanho de uma moeda americana, pode-se ver um presépio desenhado nele, provavelmente do sexto ou sétimo século, quando o peregrino foi a Jerusalém em uma viagem e provavelmente visitou Belém, lugar do nascimento de Jesus.

A peregrinação em Belém

As lembranças eram feitas de terra de locais sagrados, e essa peça é única porque de acordo com Wilhelm maria e José não estão nas fotos, aparece Jesus, um boi, um jumento que estão dentro de um prédio, que possivelmente representa a caverna sob a Igreja da Natividade em Belém.

Ela disse que no museu encontra-se uma mesma peça dessa de Jerusalém sobre o Santo Sepulcro, mas não de Belém. “É uma combinação muito rara no caso de Belém”, disse Wilhelm. As pessoas têm visitados os lugares que a Bíblia menciona há cerca de 1700 anos.

Certamente o símbolo raro terá sua exibição da coleção de Peregrinação do museu, junto com outros símbolos que representam as cenas Bíblicas, em especial a vida de Jesus Cristo, sua crucificação e ressureição. O museu conta também com outros objetos como frascos para óleo, cruzes, pingentes e aneis.

Segundo o Faith Wire, as viagens turísticas internacionais foram bloqueadas por enquanto, porém quando forem permitidas os turistas e peregrinos poderão retornar a Israel e à Terra Santa e comtemplarem a história de Jesus, principalmente aqueles que desejam ter experiências religiosas.

Fonte: Gospel Prime

Share this post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email