Brasília sedia exposição com fotos da Espaçonave Gênesis na Lua

O módulo israelense Beresheet, intitulada Gênesis, decolou em 21 de fevereiro rumo ao espaço a bordo do foguete Falcon 9, da empresa SpaceX. Além de Beresheet, o foguete também carregava o satélite Nusantara Satu e um laboratório de pesquisa da Força Aérea dos Estados Unidos.

“É a primeira vez que Israel está mandando uma espaçonave para o espaço. Nós somos um país pequeno, mas com grandes sonhos. Somos o quarto país a tentar chegar na Lua, mas com uma menor população, menor orçamento, e mesmo assim conseguimos e isso tem grandes significados pois mostra que temos uma capacidade técnica alta. Mas a a maior mensagem que vejo nessa missão é mostrar para os jovens que o céu não é o limite. Se eles trabalham, estudam, eles conseguem o que querem. Brasil e Israel têm em comum o empenho em valorizar a educação e empoderar essa nova geração”, comentou David Atar,  primeiro-secretário da Embaixada de Israel.

Porém, a grande missão estava em pousar com segurança na Lua. Durante a exposição no Planetário foi transmitida, ao vivo, a tentativa de pouso, que não ocorreu porque a pequena espaçonave desligou e perdeu comunicação com a Terra quando se aproximava do satélite.

O projeto seria o primeiro com financiamento privado a chegar à Lua e Israel seria o quarto país a conseguir o feito – apenas EUA, Rússia e China conseguiram pousar de forma bem sucedida.

A exposição ficará aberta no Planetário de Brasília até 30 de abril. O público poderá prestigiar várias fotografias da espaçonave, inclusive uma peculiar, que é a selfie feita pela espaçonave no espaço. O horário de funcionamento do Planetário é de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados e domingos, das 8h às 20h.

 

 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Postagens relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *