outubro 21, 2011

O Crescimento Que Vem Pelos Ministérios

“… E Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do Seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo …” Ef 4:11-12.
Paulo nos fala que Deus colocou os ministérios do Corpo com o fim de produzir amadurecimento ou aperfeiçoamento. O Senhor os deu aos homens, Ele os equipou para o serviço, para a obra do ministério, e o objetivo de Deus foi produzir o conhecimento espiritual em Seus filhos. Isso acontece quando temos contato com os homens que receberam um ministério vivo e ungido por Deus, assim nossa fé é estimulada. Nossa força é aumentada pelo desafio que os ministérios de Deus trazem pela Palavra.
O ministério da Palavra de Deus é vivo, eficaz, ensina, exorta, e nos fala seguramente sobre como correr a carreira cristã. Na verdade é muito importante o relacionamento de cada membro do corpo com ministérios vivos, com homens que Deus equipou, com dons e chamados para Seu serviço. Nosso relacionamento com os ministérios de Deus pode nos poupar de sérios problemas. Algumas lições que por nós mesmos gastaríamos muito tempo para aprender, Deus pode nos ensinar usando Seus ministérios.
A vontade de Deus é que recebamos de nossos pais e prossigamos daquele ponto. O Senhor quer que cada geração leve o bastão adiante. Os ministérios por ele instituídos devem levar o ensino e a orientação para o crescimento equilibrado. São necessários estes dois tipos de relacionamentos: com Deus e com os ministérios. Qualquer desequilíbrio ou ênfase demasiada em um ponto produzirá problemas em nossa vida cristã.
Quando falamos de ministérios nos referimos aos cinco mencionados em Ef. 4, e a outros não mencionados ali. Cremos que ministros são homens ungidos por Deus para um serviço. Eles têm a responsabilidade de trazer o ensino e a vida ao corpo para o crescimento necessário. Não há crescimento saudável, equilibrado, quando estamos separados, desvinculados do corpo, simplesmente pelo fato de não estarmos recebendo dos ministérios que Deus deu à Igreja, com o objetivo de edificá-la. O fechamento e o isolamento são atitudes que nos causam danos espirituais.
O Senhor não nos quer isolados, mas bem ligados e ajustados no corpo de Cristo, e isto é prático. Todo grupo deve estar bem comprometido com uma comunidade de irmãos, e estar bem ajustado, ou seja, recebendo alimento, comunhão e participando na casa que está fluindo e crescendo em Deus.
A hora é de crescimento. Deus não nos quer sempre infantis. Ele está movendo no mundo hoje. Está levantando ministérios na Igreja e nos ligando em famílias espirituais para que cresçamos juntos e com compromisso. O crescimento de Deus deve estar tocando cada um de nós; tanto no relacionamento com Deus como no relacionamento com ministérios. Que Deus nos dê força e graça para respondermos e, assim, não O impediremos de agir em nós.
Bispo Rodovalho

outubro 21, 2011

O Valor Da Dedicação

1 Coríntios 15:58
As forças das trevas nos bombardeiam diariamente, levando-nos a questionar o valor da dedicação e do preço pago. Jesus também deve ter se questionado, mas a certeza de Sua identidade e a Sua comunhão com o Espírito de Deus o fazia cada vez mais forte, convicto e inabalável.
Quanto mais nos enchemos do Espírito Santo, mais forte se torna a nossa identidade espiritual, mais convictos nos tornamos, mais inabaláveis ficamos. Se sairmos da presença de Deus nossos conceitos interiores começam a balançar e questionaremos coisas que nunca imaginamos.
Podemos e temos a capacidade de controlar o que pensamos. O que nos protege é a convicção em quem temos acreditado, e permanecer debaixo da presença e da unção diária do Espírito Santo!
Bispo Rodovalho

outubro 21, 2011

Magnetismo produz atrações

Precisamos compreender porque é que algumas pessoas atraem milagres e outras não? Por que é que para alguns líderes, empresários, negociantes as coisas dão certo? E, outras, debaixo das mesmas circunstâncias, as coisas dão errado? A resposta é: Criamos campos magnéticos, campos que atraem, ou campos que expelem situações em nossas vidas.

A vida humana é bem igual a um campo magnético ou um campo gravitacional. Temos capacidade de atrair ou expulsar, repelir. Deus te trouxe aqui para você receber tudo que precisa na tua vida e na tua história.

Você atrai aquilo que respeita. Você só respeita aquilo que valoriza. Respeito quer dizer admiração. Respeito quer dizer que você não critica. Você nunca vai atrair aquilo que deseja porque você critica aqueles que fazem algo parecido. Por que? Porque a crítica mata o respeito.

Você atrai aquilo que você respeita

O primeiro princípio da atração é o respeito. Você pode até não concordar com as técnicas, as estratégias, mas você tem que respeitar. Só existe sucesso com sabedoria, com edificação. Respeite o sucesso do outro.

Você atrai aquilo que respeita. Você só respeita aquilo que valoriza. Aquilo que você banaliza torna-se comum. Aquilo que é comum, você expulsa da sua vida. Muita gente perde casamentos maravilhosos por banalizarem o casamento, banalizou o relacionamento, banalizou o emprego, desrespeitou a situação. E aí, outra pessoa entra naquele lugar e toma. É assim mesmo! Aquilo que não damos valor, nós banalizamos, aquilo que banalizamos tendemos a perder. Outra pessoa pega e valoriza porque o universo é de equações positivas.

Então queridos, você quer atrair? Valorize e respeite!

Bispo Rodovalho