novembro 28, 2017

Nenhum comentário

Cientista cristão mostra evidências que comprovam a criação do homem por Deus

Professor Adauto Lourenço durante o Encontro Nacional de Universitários. (Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

Existe uma harmonia entre a ciência devidamente estabelecida e a Bíblia corretamente interpretada, de acordo com o físico Adauto Lourenço. Foram as próprias evidências científicas que o convenceram sobre a literalidade das Escrituras Sagradas.

Por muitos anos, Lourenço foi conhecido como um evolucionista teísta, uma linha de pensamento que busca conciliar a criação de Deus e a Teoria da Evolução. No entanto, há 20 anos, o físico mudou seu posicionamento para o Criacionismo, diante das evidências encontradas em suas pesquisas.

“Não foi uma passagem religiosa, não foi uma conversão, porque eu já vinha de um berço evangélico, já havia nascido de novo em Cristo muitos anos atrás. Essa passagem aconteceu devido à evidência científica”, disse ele em entrevista ao Guiame durante o Encontro Nacional de Universitários.

O físico observa que muitas evidências científicas comprovam os relatos bíblicos e afirma que o livro de Gênesis não é anticientífico. “Plantas foram criadas no terceiro dia. O sol e as estrelas foram criados no quarto dia. As pessoas chegam para mim e falam: ‘Está vendo? Isso é impossível!’ Não é impossível, porque plantas precisam de luz, e a luz foi criada no primeiro dia”.

Quando a Bíblia fala da criação do ser humano e relata que o homem foi formado do pó da Terra, Lourenço explica que a origem hebraica da palavra pó é “menor partícula possível”. “As menores partículas hoje são os elementos químicos que nós temos, são os átomos. O fascinante é que 60 elementos químicos do nosso corpo são encontrados no solo da Terra. O único planeta do sistema solar que possui elementos químicos para fazer o ser humano, é a Terra”.

Muitas pessoas também consideram absurdo o relato da criação da mulher, mas o físico acredita que a descrição bíblica está correta e foi descrita em um linguajar de fácil compreensão.

“Deus fez cair um pesado sono sobre Adão e ele adormeceu. Isso é anestesia geral, ele iria ser operado. Deus retirou uma costela porque, na medula óssea vermelha, nós encontramos as células-tronco. Se você vai clonar alguém, ali é o lugar de retirar. O texto diz ainda que Deus fechou o lugar com carne, ou seja, fez uma cirurgia de reparação. Diz também que transformou essa costela em uma mulher, ou seja, eles têm material genético para a clonagem e a engenharia genética”, explica Lourenço.

“O homem possui cromossomos X e Y. Para Deus transformar o material genético do homem em uma mulher, Ele só precisa duplicar o X. Se Deus tivesse começado com uma mulher, Ele teria que criar o Y do nada”, ele completa.

Desmascarando a Teoria da Evolução

Além de sustentar os relatos bíblicos, algumas evidências científicas desmascaram a Teoria da Evolução. Uma delas é a seleção natural, que defende a sobrevivência de indivíduos mais adaptados a determinada condição ecológica, sendo eliminando aqueles que estão em desvantagem para essa mesma condição.

“O problema é que, o que sabemos hoje de seleção natural, está ligado à quantidade de informação genética que um organismo tem. Para que a seleção natural ocorra, algo deve se transformar em outra coisa. Mas a informação genética disponível não faz com que ‘isso’ se transforme ‘naquilo’”, Lourenço explica.

“Vamos pegar um exemplo prático: a boa pata de um réptil. Vamos imaginar que essa boa pata iria evoluir e, lá na frente, esse animal se tornaria uma ave. Para que essa boa pata se transforme em uma boa asa, no meio [do processo] ela não seria nem uma boa pata, nem uma boa asa. A seleção natural faria com que isso deixasse de existir. A seleção natural é um mecanismo que impede o processo evolutivo; exatamente o contrário daquilo que muitos acreditavam”, esclarece.

Lourenço lembra que Charles Darwin, quando escreveu seu livro, disse que o maior problema com sua teoria é que não havia evidências de evolução. “A quantidade de evidências mostrando que a evolução nunca aconteceu, no registro fóssil, na genética, na biologia, nos processos naturais, é esmagadora. Continua sendo ensinado aquele mecanismo de forçar a pessoa a aceitar por intimidação. Hoje um aluno não pode mais dizer que não concorda com isso”, observa.

“Se é teoria, é porque não foi provada ainda”, o físico destaca. “É por isso que ela tem o nome de Teoria da Evolução. Tecnicamente, não deveria nem mesmo levar o nome de teoria, deveria ser ‘Hipótese da Evolução’. Porque teoria necessita ser testável, e a evolução não é testável”.

Fonte: guiame.com.br

novembro 24, 2017

Nenhum comentário

Físico Robson Rodovalho fala sobre a importância da ciência para a saúde humana

Crer no poder de Deus não quer dizer que agindo assim as pessoas não precisam acreditar na ciência. E justamente para falar sobre o assunto que o físico Robson Rodovalho destaca em vídeo: “Eu creio no poder de Deus e no poder da ciência. Daniel disse que nos últimos dias a ciência se multiplicará pelo poder de Deus”, comenta.

Confira o vídeo na íntegra:

novembro 21, 2017

Nenhum comentário

Planeta de temperatura e tamanho semelhante à Terra pode abrigar vida

Um planeta com tamanho e temperatura similares à Terra, orbitando uma estrela a apenas 11 anos luz de distância do nosso planeta, pode ser “o lugar com maior probabilidade de vida extra-terrestre perto de nós”, segundo estudo da Universidade de Geneva, na Suíça. Batizado como Ross 128, a estrela orbita outra estrela anã com metade da temperatura do sol e se locomove em direção ao nosso mundo, mas só deve nos alcançar daqui há 79 mil anos, algo considerado um piscar de olhos nos anos cósmicos. Ross só foi descoberto com uma parceria entre o Observatório do Sudeste Europeu e o Observatório de La Silla, no Chile.

Segundo o estudo, o planeta deve ter temperatura entre -60 e 20ºC e recebe 1,38 vezes mais radiação da estrela a qual orbita do que a Terra recebe do sol, algo que pode decrescer as possibilidades de vida ali. Mesmo assim, as expectativas da comunidade acadêmica são grandes. “Essa descoberta é baseada em mais de uma década de monitoramento intensivo com dados e análises técnicas”, afirmou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail o coautor da publicação científica, Dr. Nicola Astudillo-Defru. Com a tecnologia atual, porém, um astronauta levaria 141 mil anos para alcançá-la.

novembro 17, 2017

Nenhum comentário

Filme sobre Gênesis promete desconstruir teoria de Darwin

Fonte: internet

Uma nova produção cinematográfica cristã estreou esta semana nos Estados Unidos. “Genesis: Paradise Lost” [Gênesis: Paraíso Perdido]. O longa é um docudrama, ou seja, um documentário que combina animação computadorizada com comentários de eruditos da Bíblia para contar a história da criação.

“Queremos colocar o levar o expectador de volta para aquela época, como se estivesse lá”, explica o apologeta Ken Ham, fundador e presidente do ministério Respostas em Gênesis e idealizador do parque temático Encontro da Arca.

Ham espera que o filme sirva para alcançar pessoas que talvez nunca tenham ouvido a história bíblica da criação e a levado a sério. Para o apologeta, a produção poderá ajudar a reverter alguns dos danos causados pelo pensamento secular sobre o surgimento da vida no planeta.

“Durante gerações nossas crianças ficaram reféns de um sistema educacional que lhes diz que viemos dos macacos e que não há Deus”, desabafa.

Genesis: Paradise Lost por enquanto só está disponível em inglês. Não há previsão para seu lançamento no Brasil. Com informações de CBN

Fonte:gospelprime.com.br

novembro 13, 2017

Nenhum comentário

Livro O Código do Universo figura entre os mais vendidos na lista da Veja

O livro O Código do Universo, de Robson Rodovalho, figura entre os exemplares mais vendidos em todo o país segundo a revista Veja.  A cada semana, o site de notícias divulga uma lista dos livros mais vendidos nas três categorias: “Ficção”, “Não Ficção” e “Autoajuda e Esoterismo”. Essas listas são baseadas nas vendas dos principais e-commerces do Brasil.

O Código do Universo é uma leitura obrigatória  para aqueles que querem entender como a teoria quântica e a espiritualidade explicam a vida. Na obra, você vai passar a compreender como o universo conspira a seu favor. Um verdadeiro mergulho na natureza física em busca de respostas que mostram ser possível, ou não, a espiritualidade estar presente no universo. Será que cada partícula e cada átomo têm elementos específicos e inteligentes, capazes de tomar decisões e fazer escolhas por conta própria?

Saiba que ter a capacidade de ler os sinais do universo que chegam ao nosso cotidiano através dos fenômenos físicos, que de forma tão plena interagem conosco, é fundamental para uma visão de vida plena, bem além do véu da materialidade. Desvende os mistérios que circundam a vida humana.

 

novembro 10, 2017

Nenhum comentário

Evidência científica é encontrada a partir de história da Bíblia

eclipse-solar-nasaSão Paulo – Uma nova evidência científica pode comprovar um trecho de uma história da Bíblia. Pesquisadores da Universidade de Cambridge indicam que o livro mais lido de todos os tempos contém o registro do eclipse mais antigo do qual se tem notícia.Com uma nova teoria sobre os eclipses e as variações do movimento de rotação da Terra, o estudo indica que o eclipse bíblico pode ter sido anular (quando um anel de fogo é visível em torno da sombra da Lua).Se validada pela comunidade científica, a descoberta pode alterar cronologia do mundo antigo. Ela determinaria com maior precisão o período do faraó Merneptá na dinastia egípcia, bem como o de seu predecessor imediato, Ramsés, o Grande. O eclipse pode ter acontecido na tarde do dia 30 de outubro de 1207 antes de Cristo.

Com o novo cálculo, o reinado de Merneptá teria começado entre 1210 ou 1209 A.C. Com isso, a época de Ramsés teria sido entre 1276 e 1210 AC, com precisão de mais ou menos um ano.

A hipótese científica foi criada a partir da interpretação de uma passagem da Bíblia, levando em conta que termos relativos a eclipses foram usados em traduções.

O trecho do Livro de Josué (10:12-14) é o seguinte:

“Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor entregou os amorreus na mão dos filhos de Israel, e disse na presença de Israel:
Sol, detém-se sobre Gibeão, e tu, Lua, sobre o Vale de Aijalom.
E o Sol se deteve, e a Lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos.
Não está isto escrito no livro de Jasar? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.”

O eclipse reportado na Bíblia seria o único anular visível de Canaã no período entre 1500 e 1050 AC.

No entanto, historiadores e astrônomos ainda precisam continuar a investigar o caso.

Fonte:exame.abril.com.br

novembro 7, 2017

Nenhum comentário

Pesquisa identifica 27 genes que podem prevenir tumores

 

Tumor de mama foi um dos cânceres estudados por pesquisadores. Cientistas acreditam que genoma tem genes específicos de prevenção (Foto: C. Bickel/Science Translational Medicine)

Tumor de mama foi um dos cânceres estudados por pesquisadores. Cientistas acreditam que genoma tem genes específicos de prevenção (Foto: C. Bickel/Science Translational Medicine)

Após a análise de mais de 2000 tumores em 12 tipos de cânceres, pesquisadores identificaram 27 novos genes que poderiam prevenir o surgimento de alguns desses tumores. A descoberta pode fazer com que os genes se tornem “alvos” para novos tratamentos de combate à doença.

O estudo foi publicado na “Nature Communications”. Entre os cânceres mapeados, estão o câncer de mama, de pulmão, de intestino, de rim e de cérebro.

Pesquisadores também identificaram 96 regiões do genoma que se perdem quando um tumor surge — e é nessa região que esses genes de prevenção do tumor se localizam. Nesses locais, pesquisadores também idenficaram 16 genes supressores já conhecidos (para além dos 27 que ainda não tinham sido mapeados).

A pesquisa foi liderada por cientistas do Instituto Francis Crick (Reino Unido) e da Universidade de Leuven (Bélgica), em colaboração com a Universidade de Chicago (EUA) e a Universidade de Oslo (Noruega).

A descoberta é particularmente importante porque o mapeamento desses genes tem possibilitado o desenvolvimento dos medicamentos mais modernos no câncer atualmente.

O trastuzumabe, por exemplo, medicamento que recentemente passou a ser ofertado pelo Sistema Único de Saúde, tem por foco um gene específico associado ao câncer de mama. O composto dobra a sobrevida de pacientes ao focar especificamente em tumores que expressam o gene HER2+.

Freios de tumores

No caso específico da pesquisa publicada na “Nature”, pesquisadores foram além. Eles estavam interessados especificamente no maeamento de genes supressores. Segundo os pesquisadores, cada célula humana expressa dois pares de genes que funcionam como “freios” e tentam impedir que as células se tornem cancerosas.

Com isso, a ideia é que novos medicamentos atuem especificamente sobre esses pares de genes, que muitas vezes são bloqueados quando os tumores se desenvolvem.

A análise foi possível por técnicas modernas de modelos computacionais. Cientistas identificaram que mutações nesses genes supressores possuem uma “marca de DNA” específica que os difere de mutações não prejudiciais.

Fonte: g1.globo.com

novembro 3, 2017

Nenhum comentário

Temos mesmo o livre arbítrio?

Esse video foi baseado no capítulo “Free Will: A Grand Illusion” do livro “Impulse: Why we do what we do without knowing why we do it” escrito por David Lewis (2013, pp. 198-204) e no artigo “The Value of Believing in Free Will: Encouraging a belief in determinism increases cheating” escrito por Kathleen D. Vohs e Jonathan W Schooler (2008).

Resumo: Um homem de família de repente se transforma em um pedófilo e começa a colecionar pornografia infantil, prostituir crianças, assediar a própria sobrinha. Uma ressonância de seu cérebro: um tumor de tamanho considerável localizado em uma parte do cérebro grande responsável por regular o comportamento social que inclui o controle de impulsos sexuais. Logo depois da cirurgia de remoção do tumor o comportamento pedófilo desapareceu. Onde está o livre arbítrio? Esse homem, Phineas Gage e outros casos contradizem a crença universal em livre arbítrio. E questionar a existência do mesmo abala toda a infraestrutura de nossa sociedade, do sistema legislativo ao judiciário, todos baseados no livre arbítrio.

Seu cérebro decide o que você vai decidir meio segundo antes de você achar que está decidindo por você mesmo, ou seja, a sua mente recebe a decisão que vem do seu cérebro e não o contrário. Mas evidências científicas indicam que pessoas que não acreditam em livre arbítrio são mais agressivas, menos produtivas, mais anti-socias e, mais propensas a serem desonestas. Quanto motivar a crença no determinismo ou no livre arbítrio pode afetar o comportamento humano? Voluntários induzidos a acreditar em determinismo burlaram o teste enquanto os voluntários induzidos a acreditar em livre arbítrio burlaram o teste muito menos. Eles estavam conscientes do porque? Não! Seus cérebros foram influenciados pela leitura do texto e suas mentes agiram de acordo com essa indução sem se quer perceberem. Esse e outros estudos sugerem: o livre arbítrio é uma ilusão necessária.

Fonte: CasadoSaber